Vestidos Vestidos curtos Os vestidos que deveriam fazer parte de qualquer guarda-roupas

Os vestidos que deveriam fazer parte de qualquer guarda-roupas

5

Vestidos são parte fundamental dos visuais femininos, e praticamente toda mulher conta com alguns vestidos chave para arrasar nas ocasiões certas. Nada melhor do que ter algumas peças coringa à disposição!

Os vestidos básicos:

São vestidos prontos para qualquer situação, com modelos e cortes mais simples e normalmente sem estampas. O vestido básico ideal tem um visual mais leve e menos chamativo, características que o tornam menos enjoativo e uma ótima peça coringa!

Outra grande vantagem é que eles ficam bem em várias combinações diferentes: Sem muitos acessórios para os visuais simples; acompanhados de um terninho ou blazer para situações mais formais, ou acompanhado de peças vibrantes compondo um visual mais extravagante para noites e festas.

Vestidos básicos Vestidos básicos Vestidos básicos

Alguns tipos de vestidos básicos:

Vestidos de tricô:  São bem femininos, existem em todas as cores e modelos. Modelam bem o corpo e dificilmente são vulgares.
Vestidos de tricô Vestidos de tricô Vestidos de tricô
Exemplos de vestido de tricô

Vestidos de malha:  São os tipos de vestido que modelam melhor o corpo, possuem toques macios e proporcionam um bom conforto para quem veste. Também são bem versáteis e disponíveis em vários tipos de modelos. Se quiser conhecer mais sobre eles, leia essa outra matéria!
Vestidos de malha Vestidos de malha Vestidos de malha
Exemplos de vestido de malha

Vestidos de chiffon/seda: São bem leves, normalmente menos marcados, características que os tornam femininos sem ser exageradamente afeminados.
Vestidos de chiffon Vestidos de seda Vestidos de seda
Exemplos de vestido de chiffon/seda

A dica final para a escolha é não carregar demais nos detalhes. Use a elegância natural dos vestidos e deixe os acessórios complementarem o tom. Quanto mais detalhes, menos versátil.

Vestidos tubinho

Conhecidos por serem extremamente práticos, o famoso “zip-and-go”, os vestidos tubinho podem ser simples e básicos, ou mais ousados e informais.

A principal característica dos vestidos tubinho é o corte reto e simples, e o que dita o tom deste modelo são tamanhos e estampas. Quanto mais curto e estampado, mais informal.

A versatilidade do modelo permite a escolha de vestidos mais discretos que podem acompanhar acessórios simples para o look diurno, ou acessórios mais elaborados para a noite.

Os modelos mais discretos e em tons claros chamam mais a atenção para o corpo. Se o objetivo é esconder ou disfarçar alguma parte do corpo o ideal é a escolha de cores sóbrias e mais escuras.

Agora que falamos todas as características envolvidas, as nossas recomendações: Depois de ter escolhido um vestido básico legal, opte por um vestido tubinho que fique bom para o visual noturno, que combine com os acessórios que você já tem e usa nessas ocasiões. Melhor ainda se o vestido escolhido também puder acompanhar acessórios sóbrios e serem usados em situações mais formais, então nada muito curto!

Vestidos tubinho Vestidos tubinhoVestidos tubinho

O vestido de cor marcante

Este é bem auto explicativo! Ideal para festas e eventos informais, uma peça coringa para festas surpresa que permitem um visual apropriado.

Use a cor do vestido à seu favor e deixe-o compor o look e causar o efeito “uau!”. Opte por maquiagens menos carregadas, joias e acessórios mais neutros e básicos, assim como o tom de esmalte. Componha o look que faça o vestido brilhar!

Agora se você foi pega de última hora, e o vestido de cor marcante é a sua principal opção para o evento mas as pessoas da festa já te viram com ele, a recomendação é amenizar ao máximo o tom do vestido. Uma jaqueta neutra combinando com sapatos e bolsas são uma ótima alternativa. Esmaltes e joias são as principais opções para concentrar a atenção do look.

Estampa marcante Cor marcante Cor marcante

5 Comentários

Deixe um recado